Produto | Detalhes | TUDO EM MOVIMENTO: OFICINA DE LITERATURA E PSICANÁLISE

TUDO EM MOVIMENTO: OFICINA DE LITERATURA E PSICANÁLISE

Código : 1695

R$ 25,00 Comprar

Autor : Ariane Severo

Editora : Age Editora

Os precursores de Freud Os verdadeiros precursores de Freud foram os escritores, disse-me Ariane Severo. Era novembro de 2010, e ela estava me convidando para montarmos uma oficina de dois meses sobre Literatura e Psicanálise. Trabalhamos juntos no projeto e acreditamos que deu certo. Hoje, ao terminar a leitura deste livro, fico seguro disso. Porque seus autores participaram, quase todos, daquela oficina experimental. Quanto à Ariane, orgulho-me do trabalho que realizou durante dois anos, burilando estas joias que justificam a importância dada por Freud à imaginação criativa. E agora, como quem prova diferentes vinhos, vamos degustar um conto de cada autor deste livro.Ana Helena, em Un tiempo de tristeza y soledad, pinta com palavras a mensagem de Frida Khalo: O México chora. Minha alma grita. Quer o vermelho do meu sangue.Berenice reencarna Gradiva, no Encontro em Pompeia: A Via dos Sepulcros! Casa de Diomedes. Melhor desaparecer nas entranhas das ruínas e esperar que ele desista...Circe, em Nasce um conto, começa onde Kandinsky recomenda: Um ponto. Uma luz, uma cor. O pensamento corre solto como um cavalo bravio. E as formas se ajeitam na folha, trazendo aquilo que a emoção quer mostrar.Danci, em O preço do perdão, narra o drama de Valéria, cujo pai detonou uma bala na cabeça. E ela não chorou sua morte, pois, se matando, tinha provado que não a amava. Até que, percorrendo o mesmo caminho, descobre outra verdade.Lourdes, em O pedido, nos brinda com a própria essência da ecologia. Aquele pedido da mulher para a árvore não dar mais frutos, porque eles caem nos telhados dos vizinhos e ela será obrigada a cortá-la, o que nos corta, de verdade, é o coração.Maria de Jesus costuma voltar à infância em busca de água pura. Mas foi junto às águas poluídas do arroio Dilúvio que ambientou As sete palmeiras. A história de um serial killer que emudece a todos diante da lucidez da loucura.Mirian, em Desenhos da alma, revela a angústia de quem se sabe prisioneira. Como um bebê, mesmo no conforto do ventre da mãe, sente que chegou o momento em que já não pode e não quer mais ficar.Ramon, em Mulheres do Louvre, vai buscar outras Gradivas cansadas de séculos de rotina: Vitória de Samotrácia, Vênus de Milo, Mona Lisa. Para elas o alarido do Louvre, durante o dia, é cansativo, e o silêncio das noites é cruel. Valmor, praticando o chiste e o humor, cria o personagem Imeldo, inspirado em Imelda, mulher do ditador das Filipinas, que tinha 3.000 pares de sapatos... Bah! É o Imeldo. Daqui a pouco ele vai sapatear na nossa frente. Querem apostar? Vilma retrata o próprio Freud com As mãos nos olhos. Dentro da igreja de San Pietro in Vincoli, Roma, o faz reviver diante de uma de suas grandes paixões, a estátua de Moisés, de Michelangelo. Mozart Pereira Soares chamava ofício de porteiro à arte de apresentar livros. Estou de acordo com meu mestre. Pois raras vezes, como neste momento, tive tanto prazer em abrir as páginas de um livro para seus leitores. - Alcy Cheuiche. AUTORES: Ana Helena Diniz Soares Rilho, Berenice Longo ,Circe Palma, Danci Caetano Ramos, Lourdes Prado, Maria de Jesus Monteiro, Mirian Bolzan, Ramon Franco, Valmor Braga Simonetti, Vilma Norma Loner.

ISBN:

9788583431824

Ano de Publicação:

2015

Edição:

1

Formato:

16x23 cm.

Nº Paginas:

96 pp.

Peso:

190 g.